terça-feira, 23 de agosto de 2016

Atletas profissionais e amadores lotaram as ruas da Vila Góis para correrem a 5º etapa do 7º Circuito Anapolino de Corrida de Rua


       O evento que vem se destacando ano após ano no calendário esportivo da cidade  e do estado, teve neste ultimo domingo dia 21 de agosto mais de 3.760 corredores percorrendo as ruas da Vila Góis em corrida valida pela 5ª etapa da 7ª edição do Circuito Anapolino de Corrida de rua. 
      A largada e chegada foi frente ao Colégio Estadual Polivalente Zeca Batista. o atleta campeão no masculino, com um tempo de15’15”, foi Pablo Fagundes Costa, da cidade de Rio Verde e que compete pela equipe do Cruzeiro. No feminino a grande campeã foi a atleta Janete Gomes Barbosa da equipe Ipiranga Zatopek com um tempo de 18’16”. A equipe da cidade ainda teve a atleta Rosângela Gomes de Morais que terminou a prova na terceira colocação. 
Os atletas Helliel Ronnay Lino e Wendel Hebio da Conceição vem sendo os grandes destaques dessa sétima temporada do circuito anapolino de corrida de rua pois os mesmo estão sempre brigando pelo lugar mais alto do pódio.  

As equipes mais rápidas dessa etapa foram:
1º Ipiranga/zatopek/Unievangélica/Cpmg
2º Jardim Alexandrina
3º  EAFSJP (Rio Verde)

                                                   RESULTADO GERAL  5KM

VENCEDORES  MASCULINO
EQUIPE
1º lugar – PABLO FAGUNDES COSTA
 CRUZEIRO
2º lugar – KELVYN MENDES MARTINS
 EAFSJP
3º lugar – HELLIEL RONNAY LINO
ZATOPEK/IPIRANGA/UNIEVANGÉLICA/CPMG

VENCEDORES  FEMININO
EQUIPE
1º lugar – JANETE GOMES BARBOSA

ZATOPEK/IPIRANGA/UNIEVANGÉLICA/CPMG
2º lugar – LUZINETE ANDRADE DOS SANTOS
PREFEITURA DE BOM JESUS
3º lugar – ROSÂNGELA GOMES DE MORAIS
ZATOPEK/IPIRANGA/UNIEVANGÉLICA/CPMG


  

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O Atletismo do Brasil: destaque para as provas de campo nos Jogos do Rio 2016

    A primeira Olimpíada realizada na  América do Sul teve um bom saldo para o atletismo brasileiro pois conseguimos classificar para 11 finais e ainda teve um atleta no ponto mais alto do pódio: Thiago Braz da Silva, ganhou a medalha de ouro no salto com vara e de quebra quebrou o recorde olímpico e sul americano.
        Segundo a confederação brasileira de atletismo  o  Brasil conseguiu cumprir as metas estabelecidas, pois o  desempenho dos atletas foi superior em mais de 100 % quando comparado a edição anterior que foi disputada na cidade de Londres que teve  como melhor resultado um quinto lugar conquistado pelo atleta Marilson dos Santos na maratona.
     Nesta edição conquistamos apenas uma medalha de ouro mais como descrito anteriormente os resultados foram excelentes:
         
            ATLETA                                         PROVA                                   COLOCAÇÃO
THIAGO BRAZ DA SILVA
 SALTO COM VARA
                      1º
ERICA DE SENA
MARCHA ATLÉTICA 20 KM FEMININO
                      7º
 PAULO ROBERTO DE PAULA
 MARATONA
                     15º
 CAIO BONFIM
 MARCHA ATLÉTICA 20 KM MASCULINO
                      4º
 DARLAN  ROMANI
 ARREMESSO DE PESO MASC
                      5º
 WAGNER DOMINGOS
 LANÇAMENTO DO MARTELO MSCULINO
                    12º
 GEISA ARCANJO
 ARREMESSO DE PESO FEM
                     9º


          O ponto mais discutido nessa edição dos jogos foi o crescimento das provas de campo que teve uma bela conquista no salto com vara alem de participar de mais 3 finais sendo que no arremesso masculino Darlan Romani foi grande conquistando uma quinta colocação inédita com direito a quebra de recorde nacional.  
 ATUAL RECORDISTA BRASILEIRO DO ARREMESSO DE PESO COM A MARCA DE 21.02    Nas redes sociais vários atletas e pessoas envolvidos com a pratica do atletismo questionaram os investimentos que foram feitos por parte da confederação principalmente no fato que se refere aos revezamentos que conseguiram participar de duas finais tendo como melhor resultado um 6º lugar. 
       Um fato é inegável...precisamos investir na nossa base fortalecer o esporte escolar pois é na escola que todos os talentos são descobertos pelos professores de Educação Física, alem disso é preciso aumentar as competições para os atletas adquirirem experiencias e a qualificação dos treinadores através de  cursos e Camping.
         O atletismo de Goiás não teve nenhum atleta classificado para disputar os jogos no Rio de Janeiro na modalidade de atletismo mais a comunidade atlética do estado ficou muito feliz pois os árbitros Nedir Alves Caixeta e Jose Alves dos Santos foram convocados e exerceram seus trabalhos com exito nos jogos do RIO2016. 

  



O Atletismo do Brasil: destaque para as provas de campo nos Jogos do Rio 2016

    A primeira Olimpíada realizada na  América do Sul teve um bom saldo para o atletismo brasileiro pois conseguimos classificar para 11 finais e ainda teve um atleta no ponto mais alto do pódio: Thiago Braz da Silva, ganhou a medalha de ouro no salto com vara e de quebra quebrou o recorde olímpico e sul americano.
        Segundo a confederação brasileira de atletismo  o  Brasil conseguiu cumprir as metas estabelecidas, pois o  desempenho dos atletas foi superior em mais de 100 % quando comparado a edição anterior que foi disputada na cidade de Londres que teve  como melhor resultado um quinto lugar conquistado pelo atleta Marilson dos Santos na maratona.
     Nesta edição conquistamos apenas uma medalha de ouro mais como descrito anteriormente os resultados foram excelentes:
         
            ATLETA                                         PROVA                                   COLOCAÇÃO
THIAGO BRAZ DA SILVA
 SALTO COM VARA
                      1º
ERICA DE SENA
MARCHA ATLÉTICA 20 KM FEMININO
                      7º
 PAULO ROBERTO DE PAULA
 MARATONA
                     15º
 CAIO BONFIM
 MARCHA ATLÉTICA 20 KM MASCULINO
                      4º
 DARLAN  ROMANI
 ARREMESSO DE PESO MASC
                      5º
 WAGNER DOMINGOS
 LANÇAMENTO DO MARTELO MSCULINO
                    12º
 GEISA ARCANJO
 ARREMESSO DE PESO FEM
                     9º


          O ponto mais discutido nessa edição dos jogos foi o crescimento das provas de campo que teve uma bela conquista no salto com vara alem de participar de mais 3 finais sendo que no arremesso masculino Darlan Romani foi grande conquistando uma quinta colocação inédita com direito a quebra de recorde nacional.  
 ATUAL RECORDISTA BRASILEIRO DO ARREMESSO DE PESO COM A MARCA DE 21.02    Nas redes sociais vários atletas e pessoas envolvidos com a pratica do atletismo questionaram os investimentos que foram feitos por parte da confederação principalmente no fato que se refere aos revezamentos que conseguiram participar de duas finais tendo como melhor resultado um 6º lugar. 
       Um fato é inegável...precisamos investir na nossa base fortalecer o esporte escolar pois é na escola que todos os talentos são descobertos pelos professores de Educação Física, alem disso é preciso aumentar as competições para os atletas adquirirem experiencias e a qualificação dos treinadores através de  cursos e Camping.
         O atletismo de Goiás não teve nenhum atleta classificado para disputar os jogos no Rio de Janeiro na modalidade de atletismo mais a comunidade atlética do estado ficou muito feliz pois os árbitros Nedir Alves Caixeta e Jose Alves dos Santos foram convocados e exerceram seus trabalhos com exito nos jogos do RIO2016. 

  



terça-feira, 16 de agosto de 2016

O brasileiro Thiago Braz da Silva conquista medalha de ouro com record olímpico e sul-americano de bônus.

       O atleta brasileiro Thiago Braz da Silva conquistou na noite desta segunda-feira dia 15-08 no estádio olímpico Nilton Santos, mais conhecido como Engenhão a quinta medalha de ouro na história do atletismo Brasileiro nos jogos olímpicos. 
       O atleta campeão mundial júnior em 2012 em Barcelona, Espanha. com a marca de 5m55, medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude em Cingapura, 2010. E agora medalha de ouro nos jogos olímpicos da Rio 2016 e ainda derrubou o recorde Olímpico da prova que pertencia ao Frances Renaud Lavillenie que tinha a marca de 5,97 m.
     Com os incentivo do publico presente no Engenhão que gritava “vai, Thiago eu acredito”, ajudaram e muito o brasileiro que fez um salto incrível que ultrapassou em 10cm a sua melhor marca da carreira que era de 5,93m. Com este salto o Brasileiro deixou para trás nada menos que o campeão olímpico em Londres 2012 e campeão mundial, recordista mundial com a incrível marca de 6,16 m o francês Renaud Lavillenie, o brasileiro superou ainda outros grandes nomes como o tcheco Jan Kudlicka e o polonês Piotr Lisek, Shawnacy Barber o Canadense além do simpático norte-americano Sam Hendricks que mesmo sendo concorrente do brasileiro vibrou muito com esse salto perfeito.
         Essa 14º medalha Brasileira no atletismo veio em meio a muito turbulência, pois neste ultimo ciclo olímpico houve muito investimento e até a noite desta segunda dia 15 de agosto não tinha conseguido grandes performance... e tudo caminhava para um grande fracasso como foi o caso da natação. Mais um incrível Brasileiro que por muitas vezes foi criticado devagarzinho salto após salto foi chegando e quando saltou 6,03m o orgulhoso Francês que se achava imbatível desesperou aumentou o sarrafo e quando não conseguiu ‘’ o grito ecoou por todos os cantos e CAMPEÃO’’.